Ivonaldo Veloso de Melo

Ivonaldo Veloso de Melo é um pintor pernambucano nascido em Caruaru em 1943. Mudou-se com a família em 1962 para São Paulo, onde começou a pintar quatro anos mais tarde, como autodidata. Em 1968 fez sua primeira exposição, que seria seguida pela sua mudança para a Europa, onde permaneceria por cinco anos expondo em varias cidades européias, como Amsterdam, Paris, Colônia e Bruxelas; dentre as exposições mais importantes desta época se destacam a Trienal de Bratislava (1972), a Feira Internacional de Arte de Dusseldorf (1973) e o Salon International d'Art Contemporain de Paris (1973). Hoje Ivonaldo é considerado um dos mais importantes pintores da arte naif brasileira, com trabalhos em importantes museus e galerias espalhados pelo mundo. Antes de se tornar pintor, Ivonaldo trabalhou como vendedor ambulante, balconista e bancário.

Ivonaldo Veloso de Melo, Burro e galinhas, acrílica sobre tela.

A arte de Ivonaldo é livre, pura, ambientada nas coisas do Nordeste brasileiro. “Ivonaldo é um pintor bucólico retratando cenas e momentos da vida da gente do campo, dos agricultores, vaqueiros, feirantes, dos homens e mulheres do interior rural. (...) Ivonaldo, um primitivo valioso. Um grande poeta lírico. Um encantador como um músico popular, um violeiro. Um valioso artista" [IVONALDO. Apresentação de Theon Spanudis. São Paulo: Galeria Jacques Ardies, 1986].

Ivonaldo Veloso de MeloO acordeonista, acrílica sobre tela.

Ivonaldo Veloso de MeloBananeiras e papagaios, acrílica sobre tela.

Ivonaldo Veloso de MeloCiclista com abacaxis, acrílica sobre tela.

O artista coleciona alguns prêmios na sua carreira, como: o Prêmio Suíço de Pintura Ingênua Internacional, na Galeria Kasper Morges, Suíça (1984); o prêmio máximo do Concurso Internacional de Pintura Primitiva Moderna, em Morges, na Suíça (2008).

Ivonaldo Veloso de MeloAlimentando as galinhas, acrílica sobre tela.

Ivonaldo expôs sua obra em varias galerias pelo mundo, como a Galeria Voltaico, Rio de Janeiro (1969); Galeria Vila Rosa, São Paulo (1969); Galeria dos Serviços Culturais dos Estados Unidos, São Paulo (1970); Museu do Sol Penápolis SP (1972); Galeria Glaube I, Colônia, Alemanha (1973); Galeria D'Arte Arno,Florença, Itália (1974); Galeria Cinecave, Utrecht, Holanda (1974); Galeria La Porte de Jade, Bruxelas, Bélgica (1974); Galeria Debret, Paris (1974); Galeria Hamer, Amsterdã, Holanda (1979), dentre outras.

Ivonaldo Veloso de MeloCavaleiro com bois, acrílica sobre tela.

O artista participou ainda de várias mostras, no Brasil e no exterior, como: 2º Salão de Arte Contemporânea, Museu de Arte de São Paulo, São Paulo (1970); Le Salon 74, Grand Palais, Paris, Prix Louis Dumoulin (1974); 1º Encontro Uruguaio-Brasileño de Arte Naif, Montevidéu, Uruguai (1976); Le Salon 77 e Le Salon 78, Grand Palais, Paris (1977 e 1978);  Les Naifs Fêtent le Carnaval, Museu International d'Art Naif (1984); Connaissance des Naifs. Marselha, França (1985); O Mundo Fascinante dos Pintores Naïfs, Paço Imperial, Rio de Janeiro, RJ (1988); Bienal Naifs do Brasil, Sesc Piracicaba, Piracicaba, SP (1994, 1996, 2002); Arte Naif, Galeria Jacques Ardies, São Paulo (2000, 2001, 2002 e 2004).

Ivonaldo Veloso de MeloForró, acrílica sobre tela.

Ivonaldo possui obras no acervo de vários museus brasileiros como: o Museu de Arte Contemporânea de São Paulo (MAC), o Museu de Arte de São Paulo (MASP), o Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) e o Museu Internacional de Arte Naïf do Rio de Janeiro.

Ivonaldo Veloso de Melotítulo desconhecido, acrílica sobre tela.

Ivonaldo Veloso de Melotítulo desconhecido, acrílica sobre tela.

Ivonaldo Veloso de Melotítulo desconhecido, acrílica sobre tela.

Ivonaldo Veloso de Melotítulo desconhecido, acrílica sobre tela.

Ivonaldo Veloso de Melotítulo desconhecido, acrílica sobre tela.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Blogger Erinaldo Soares disse...
    O sublime pintor Ivonaldo Veloso de Melo deixou este mundo esta manhã 25/06/2016, agora ele ira colorir os céus com suas artes. Deixou o mundo mais colorido. Sentiremos saudades.
    25 de junho de 2016 15:49

    ResponderExcluir
  3. Blogger Erinaldo Soares disse...
    O sublime pintor Ivonaldo Veloso de Melo deixou este mundo esta manhã 25/06/2016, agora ele ira colorir os céus com suas artes. Deixou o mundo mais colorido. Sentiremos saudades.
    25 de junho de 2016 15:49

    ResponderExcluir