Agnaldo dos Santos

Agnaldo Manuel dos Santos foi um grande escultor baiano que teve sua obra considerada como uma continuidade no Brasil da escultura africana. Ele nasceu em 1926 na Ilha de Itaparica e faleceu em Salvador em 1962, aos 35 anos. Antes de ser artista Agnaldo trabalhou como lenhador e fabricante de cal. O primeiro contato com o mundo artístico se estabeleceu quando ele foi contratado como ajudante e aprendiz no ateliê do artista soteropolitano Mário Cravo Jr. Trabalhando com Mario teve acesso aos materiais e técnicas usados pelo artista, assim como às fontes de inspiração da arte africana. Agnaldo iniciou-se na escultura incentivado por várias pessoas como Wilson Cunha, Pierre Verger, José Valladares e Lênio Braga.

 Agnaldo dos Santos. Reprodução fotográfica. FOTO: autoria desconhecida.

A obra de Agnaldo é essencialmente produzida a partir da madeira e é de natureza antropomórfica. Suas peças são marcadas por uma grande variedade temática: vai da religiosidade afro-brasileira aos temas católicos, embora tenha a África como tema sempre presente em cada uma das suas peças. Por outro lado, a arte de Agnaldo difere da africana por diversas razões. Segundo o escritor, pesquisador e crítico de arte Clarival do Prado Valadares (1918-1923), a obra de Agnaldo "não pode ser entendida como filiação a uma determinada estilística regional africana: Agnaldo era senhor de meios expressionistas de absoluta originalidade". Agnaldo possuía um estilo único e característico; ele não obedecia ao estilismo de qualquer sociedade africana, ele criou um estilo próprio.

Agnaldo dos Santos, título desconhecido, madeira. Reproduçao fotográfica Escritório de Arte.

Em 1957 participou da IV Bienal de São Paulo, ano em que montou sua primeira individual, na Petit Galerie, Rio de Janeiro. Em 1959 e 1961, participou do Salão Nacional de Arte Moderna. Sua obra integra o acervo do Museu Nacional de Belas Artes (Rio de Janeiro, RJ) e de diversos outros museus brasileiros. Em 1987, sua obra esteve presente na mostra Brésil Arts Populaires (Paris - França).

 Agnaldo dos Santos, título desconhecido, madeira. Reproduçao fotográfica BAHIAFLANEUR.

Agnaldo dos Santos, mae e filho, madeira. Reproduçao fotográfica Lordello e Giobbi Leiloes.

 Agnaldo dos Santos, máscara, madeira. Reproduçao fotográfica Lordello e Giobbi Leiloes.

Agnaldo dos Santos, título desconhecido, madeira. Reproduçao fotográfica Lordello e Giobbi Leiloes.

Agnaldo dos Santos, título desconhecido, madeira. Reproduçao fotográfica Portal Artes.

Agnaldo dos Santos, título desconhecido, madeira. Reproduçao fotográfica Portal Artes.

Agnaldo dos Santos, Nossa Senhora, madeira. Reprodução fotográfica Galeria Estação, São Paulo, SP. Foto: João Liberato©


Agnaldo dos Santos, título desconhecido, madeira. Reprodução fotográfica Lordello & Giobbi Leilões.

Agnaldo dos Santos, título desconhecido, madeira.

Agnaldo dos Santos, título desconhecido, madeira.

Agnaldo dos Santos, título desconhecido, madeira.

Agnaldo dos Santos, cabeça, madeira.

Agnaldo dos Santos, Oxossi, madeira.

Agnaldo dos Santos, Cristo, madeira.

Agnaldo dos Santos, título desconhecido, madeira.

2 comentários: